House of Cards chega ao fim depois de escândalo

house-of-cards_770x433_acf_cropped

A série de televisão “House Of Cards” vai terminar na sexta temporada — a próxima a estrear. A série, protagonizada por Kevin Spacey, vê assim chegar o seu fim horas depois de o ator principal ter sido acusado de assédio sexual.

Anthony Rapp, agora com 46 anos, deu uma entrevista ao BuzzFeed News e contou a história. Tudo começou no dia em que Spacey convidou Rapp e um amigo, de 17 anos, para uma festa numa discoteca. Apesar de ambos serem visivelmente menores de idade, o ator, que tinha então 26 anos, garantiu que ficavam na área VIP do espaço noturno.

Dias depois, Kevin Spacey voltou a convidar o jovem Anthony Rapp para outra festa: desta vez, no seu apartamento em Manhattan. Rapp, que atualmente integra o elenco da série “Star Trek: Discovery”, contou que passou grande parte da festa “algo aborrecido” e acabou por ficar fechado num quarto a ver televisão. A dada altura, reparou que Spacey estava à porta do quarto, a olhar para ele, e que todos os outros convidados já tinham abandonado a festa.

Ele ficou parado à porta, como que a balançar-se. A primeira impressão que tive foi que estava embriagado… pegou em mim como os noivos pegam nas noivas. Mas eu não saí logo, porque só pensava ‘o que é que se está a passar?’. E depois ele deitou-se em cima de mim”, contou Anthony Rapp ao BuzzFeed News.

Rapp descreveu a situação como “um momento congelado”, acrescentando que quando a situação implica lutar ou fugir, tem “tendência para congelar”. O ator acredita que Spacey estava a tentar seduzi-lo, mas conseguiu escapar pouco depois, tendo corrido para a casa-de-banho antes de lhe dizer que se ia embora. “Quando eu abri a porta para me ir embora, ele estava encostado à ombreira da porta do quarto. Disse ‘tens a certeza de que queres ir embora?’. Eu respondi ‘sim, boa noite’ e fui embora”, recorda Anthony Rapp, que tinha apenas 14 anos na altura.

Entretanto, Kevin Spacey já reagiu às acusações. Através do Twitter, o ator, que tem agora 58 anos, emitiu um comunicado em que não nega o episódio; mas diz que não se recorda. “Honestamente, não me lembro desta ocasião, foi há mais de 30 anos. Mas se eu de facto me comportei como ele descreve, devo-lhe o mais sincero pedido de desculpas por aquilo que terá sido um comportamento alcoolizado e profundamente inapropriado, e lamento todos os sentimentos que ele descreve ter carregado com ele todos estes anos”, escreveu o ator, vencedor de dois Óscares.

Comentar

Comentários