Cristina Areia, da Playboy à miséria

cristina areia

No Brasil, no tempo das vacas gordas, a famosa que era capa da revista Playboy ficava com a vida feita devido aos elevados cachets que a publicação pagava. Ou seja, aparecer nua mudava mesmo a vida delas.

Em Portugal isso nunca aconteceu. Os cachets sempre foram valores irrisórios, os quais provavelmente nem dariam para comprar um bom carro em segunda mão. A atriz Cristina Areia foi das melhores capas da Playboy, na primeira vez que a revista passou por Portugal (vai agora na sua terceira vida, e teve Mafalda Teixeira na capa do primeiro número).

Filha do também ator Carlos Areia, Cristina tem agora 49 anos e uma longa carreira ligada à representação, mas as coisas não lhe andam a correr bem, isto a acreditar no testemunho que a mãe dela deu à revista Tv Guia.

Ela precisa é de arranjar um emprego, porque ela não é burra nenhuma, é culta. Tem é azar. Anda por todo o lado à pedir trabalho, mas se continuar assim vai passar fome. E mais: ela está habituada a todas as regalias, unhas de gel, cabeleireiro duas vezes por semana, etc.  Ela foi viver com o namorado porque não tinha dinheiro para pagar a renda. O problema é que agora é ele que a está a sustentar. E depois quando ele se fartar? Vai recambiada para onde? Os homens que ela arranja depois fartam-se, é normal.”, disse Maria Manuela. Veja agora alguns grandes momentos protagonizados por Cristina Areia…





Comentar

Comentários