Dormiu com 10 mil homens e agora conta o que eles querem no sexo

img_757x498$2017_11_13_12_06_12_684075

Gwyneth Montenegro, de 39 anos, foi acompanhante de luxo durante 12 anos e dormiu com mais de 10 mil homens. A mulher, natural da Austrália, escreveu agora um livro, onde revela os segredos para ter sucesso no sexo e aquilo que os homens querem ter na cama. No livro “O tabu secreto”, a ex-acompanhante desvenda a indústria do sexo e ensina as profissionais do sexo a serem financeiramente bem sucedidas.

Sugerimos a nova página O Homem Invisível

Gwyneth tinha 21 anos quando fez o primeiro trabalho como prostituta e revela que a coisa mais importante para os clientes é “que se sintam necessários e desejados”. “Eles querem uma mulher excitada. É a fantasia principal deles”, afirma.  A mulher ainda diz que uma das coisas mais importantes é que pareça “que estamos a gostar, mesmo que estajamos só a fingir”. “Eles são homens comuns que só querem diversão, e querem saber que nós também nos estamos a divertir”, continua. Muitas mulheres da indústria querem usar técnicas muito elaboradas e competem umas com as outras, mas isso deve ser evitado, garante a profissional do sexo. “Não tente superar outra pessoa. Tem de se trabalhar dentro dos limites”, esclarece. Uma das perguntas que as mulheres mais fazem e querem ver esclarecida diz respeito ao tamanho do peito e a importância que isso pode ter para o parceiro.

Sugerimos a nova página O Homem Invisível

A antiga acompanhante de luxo revelou que a maioria dos homens prefere a “sensação de seios reais” e que existe um mercado para cada tipo de corpo. “Um dos segredos pouco conhecidos neste mundo, é que há muitos homens que procuram mulheres que não são tão sensuais, que não dão tanto nas vistas, que não são tão bonitas, porque se sentem tímidos e às vezes insuficientes”, revelou.  Gwyneth deixa conselhos a quem quer ter sucesso no mundo do sexo, e diz que não é preciso “a mulher ser fatal, mas que quando estiver preparada e se sentir confortável e confiante com o corpo, vai passar a ter uma ótima atitude e energia e vai ser vista como uma profissional”. “Há muitas mulheres diferentes, de todas as formas, idades, tamanhos, a ganhar dinheiro com o corpo”, afirma a ex-acompanhante.

Sugerimos a nova página O Homem Invisível

Outro dos mitos é que os homens só querem as mulheres mais jovens. Com a experiência que tem, Gwyneth garante que as mulheres podem ser bem-sucedidas em qualquer idade e que muitas vezes, as de 30, 40 e 50 anos ganham muito dinheiro”. Gwyneth garante que conheceu uma profissional do sexo que, com mais de 70 anos, ganhava mais de 200 euros por hora. A mulher decidiu escrever este guia, que ajuda e capacita as mulheres que querem entrar na industria, porque sabe que muitas das mulheres que tomam a decisão de entrar neste mundo, é porque sofrem de dificuldades financeiras.”Muitas raparigas vêm ter comigo e revelam que estão a desanimadas, amarguradas e com dificuldades de dinheiro… Como é que poderia ficar quieta, quando sei disto? Com a minha experiência com os 10.091 homens, não preciso de mais conhecimento, decidi passá-lo”, conclui a autora do livro.

Comentar

Comentários