Famosa menina da grelha de partida da Fórmula 1 morre em trágico acidente

img_920x519$2018_10_03_10_00_39_1455708

Um trágico e violento acidente de automóvel, no regresso a casa, revelou-se fatal para Kate Woodcock, de 30 anos. A manequim era das mais famosas ‘grid girls’ da Fórmula 1, tendo trabalho para os campeões Sebastian Vettel e Lewis Hamilton.

Leia ainda: A melhor menina da grelha de partida de sempre

A jovem, ex-“menina da grelha de partida”, terá perdido o controlo do carro na quinta-feira, 27, e acabou por embater violentamente no muro de uma estação de serviço em Chester Road, junto a Sutton Coldfield, no norte de Birminghan, Inglaterra.

Woodcock teve morte imediata apesar de todos os esforços dos serviços de emergência médica que nada conseguiram fazer para lhe salvar a vida. A agência de modelos da Kate fez o seu voto de pesar através da conta do Twitter. “Estamos profundamente consternados e tristes por perdermos uma encantadora e linda mulher e uma modelo de exceção”.

As miúdas da Fórmula 1 estão de volta

O local do acidente transformou-se rapidamente numa espécie de santuário com muitos amigos, familiares, fãs e adeptos da Fórmula 1 deixaram as suas mensagens de pesar e homenagens, através de cartas, ramos de flores e cartões.

A família abriu uma conta no portal de donativos, JustGiving, para poder fazer face às despesas do funeral e conseguiu angariar cerca de 4.500 euros.

Kate Woodcock trabalhou durante anos como hospedeira de Fórmula 1, as mediáticas ‘grid girls’, até a função ter sido abolida em janeiro de 2018. Os responsáveis pela modalidade acabaram com esta função alegando que não estava de acordo com as “normas sociais”.

Comentar

Comentários