Jovem cristã vende virgindade depois de traição do namorado

img_757x498$2018_01_04_21_10_50_698217

ailey Gibson, uma jovem norte-americana de 23 anos, está a dar que falar nas redes sociais. A mulher, que cresceu numa família cristã e foi educada com valores muito rigorosos, estava a guardar a sua virgindade para o casamento. Tudo mudou quando descobriu que o namorado a tinha traído e, por isso, está agora a vender a sua primeira vez na Internet. No seu blog, Bailey revelou as dificuldades que passou ao longo da sua vida. Foi abandonada pelos pais com apenas um ano de idade e foi adotada por uma família profundamente religiosa. “Estava proibida de ver televisão, ouvir música que não fosse cristã e não podia ter amigos rapazes. Das poucas vezes que víamos filmes eram religiosos ou da Disney”, explica a jovem. Aos 16 anos, Bailey foi enviada para um colégio interno de raparigas e continuou sem se relacionar com qualquer rapaz. Só aos 18 anos é que o pai biológico a procurou. A jovem decidiu conhecer a família a acabou a viver com a avó em Wisconsin, nos EUA.

Sugerimos a nova página O Homem Invisível

Continuou a frequentar a igreja e foi lá que conheceu um rapaz que partilhava os mesmos valores cristãos que ela. Os dois decidiram que ia manter-se virgens até ao casamento mas, no Dia dos Namorados, apanhou o companheiro a fazer sexo com outra rapariga. Decidida a dar outra oportunidade ao amor, Bailey e o namorado começaram a fazer terapia de casal, até que numa das sessões o rapaz confessou que já tinha traído a namorada mais vezes com outras raparigas. “Tive o meu período de luto e cheguei à conclusão que esperar até ao casamento para perder a virgindade foi uma decisão errada, porque o meu ex-namorado não valia a espera. Por isso decidi agora que quero perder a virgindade de forma a que a minha vida ganhe alguma coisa com isso”, explica Bailey.

Sugerimos a nova página O Homem Invisível

A jovem entrou em contacto com Dennis Hof, dono do conhecido “Rancho das Coelhinhas” (Bunny Ranch), no Nevada, e de outros bordéis, que lhe sugeriu um leilão para vender a sua virgindade. Bailey aceitou e já tem resposta para as críticas que começaram a surgir. “A sociedade pode passar a ver-me como uma degenerada, sem moral nem valores. Mas eu vivo bem com isso, no fim do dia é o meu corpo, são os meus direitos. Vou ao Rancho das Coelhinhas legalmente fazer sexo por dinheiro uma vez. Isso faz de mim uma prostituta? Não sei… Se tiras uma fotografia uma vez és um fotógrafo?”, questiona Bailey. Os leilões de virgindade no Rancho das Coelhinhas atraem muita atenção e chegam facilmente aos 400 mil euros. O recorde foi batido em 2008, quando Natalie Dylan, de 22 anos, arrecadou quase 3.5 milhões de euros pela sua virgindade. Bailey quer investir o dinheiro que ganhar nos estudos e numa casa para si. “Não acho que fazer da minha pureza um negócio me torne má pessoa. Tal como quem faz sexo com vários homens também não o é. Todos fazemos escolhas. A minha foi esperar. Agora é vender”, conclui a jovem norte-americana.

Comentar

Comentários