Louis C.K. é acusado por cinco mulheres de assédio sexual

10-louisck-cover-story-desktop.w750.h560.2x

O comediante, ator e argumentista norte-americano Louis C.K está a ser acusado de assédio sexual. Num artigo publicado esta quinta-feira no New York Times cinco mulheres contam episódios de assédio, incluindo três que dizem que ele se masturbou à frente delas.

Confrontado com as alegações em setembro, por um jornalista do Times, o comediante disse que eram “rumores”.

Duas das mulheres mencionadas no artigo, as comediantes Dana Min Goodman e Julia Wolov, dizem que Louis C.K. as convidou para o seu quarto de hotel em Aspen, Colorado, em 2002, e depois masturbou-se à frente delas. Há ainda outra mulher que afirma que passou pela mesma situação, nos anos 90.

Marcada para esta quinta-feira, a estreia do último filme de Louis C.K., I Love You, Daddy, foi cancelada antes de o artigo ser publicado. De acordo com a distribuidora do filme, a The Orchard, numa resposta à Reuters, “não existe lugar para o comportamento detalhado nas alegações”.

Comentar

Comentários