Médica faz sexo com paciente que sofre de cancro no hospital 

img_757x498$2019_02_01_16_11_15_817910

Uma médica foi afastada da profissão depois de ter sido descoberto o caso que mantinha com um paciente a quem tinha diagnosticado um cancro. O caso ocoreu em Toronto, no Candá. Theepa Sundaralingam, de 37 anos, foi a responsável por avisar o homem de que este estava doente. Rapidamente começaram a trocar mensagens e a seguir-se mutuamente nas redes sociais.

Os dois acabaram por se envolver sexualmente e chegaram a fazer relações sexuais numa cama do hospital onde Theepa trabalhava e onde o doente realizava os tratamentos oncológicos. A mulher foi alvo de um inquérito disciplinar e viu a sua licença para exercer medicina ser-lhe retirada.

Já o homem, admitiu ter-se sentido abusado. “Eu estava fisica e psicologicamente abalado e tinha acabado de sair de um relacionamento amoroso há pouco tempo. Naquela altura não consegui perceber o quão estava vulnerável e o poder que ela tinha sobre mim”, disse durante a audiência.

 

Comentar

Comentários