Operações Stop. Eles pagam, elas safam-se

stop
Recentemente, dois amigos passaram por uma situação semelhante. Ambos foram mandados parar numa operação stop, na noite lisboeta. Beberam, mas sentiam estar em condições para conduzir até casa. O balão demonstrou que o álcool que tinham ingerido era coisa para dar uma multa jeitosa e uma inibição de conduzir. Até este momento, o desfecho das duas situações ia ser obviamente o mesmo. Mas não foi. Ele pagou a multa e ficou sem carta, ela safou-se porque é gira e simpática. Mas isto é apenas mais uma história igual a tantas outras que todos nós já tivemos conhecimento. Os polícias derretem-se todos com uma mulher simpática e gira, mesmo quando elas não fazem nada de especial para fugir a uma multa. Ainda estou para conhecer o primeiro homem que se safou por ser simpático e piadolas.

Comentar

Comentários