Ruben Semedo apanhado em casa de alterne e armado

img_757x498$2018_01_26_10_56_42_704434

O futebolista Ruben Semedo, formado pelo Sporting e a jogar nos espanhóis do Villareal, foi constituído arguido pela Polícia Nacional de Espanha por suspeitas do crime de ameaças com arma de fogo numa zona de diversão noturna, em Valência. Segundo referem vários meios de comunicação espanhóis, os factos que envolvem o jogador de 23 anos ocorreram em dois fins de semana de novembro de 2017. Numa altura em que estava lesionado, e por isso fora dos convocados, Ruben Semedo terá estado num pub e numa casa de alterne em Valência.

Sugerimos a nova página O Homem Invisível

Várias pessoas acusam o antigo futebolista do Sporting de as ter ameaçado com uma arma de fogo que, no entanto, ainda não foi encontrada. Esta quinta-feira, e após várias semanas de investigações, a Polícia Nacional deu voz de detenção a Ruben Semedo. De acordo com os media espanhóis, o jogador esteve, numa esquadra, a ser interrogado. Foi constituído arguido pelo crime de ameaças, e submetido a Termo de Identidade a Residência. Após um dos episódios de violência, uma das testemunhas forneceu os dados do Porsche Cayenne de Semedo, no qual o indivíduo suspeito das ameaças tinha fugido, pelas 6h00 de um domingo. Foram esses dados que permitiram a identificação e posterior detenção de Rúben Semedo. O português foi vendido pelo Sporting ao Villareal este verão por 14 milhões de euros.

 

Comentar

Comentários